Para queimar os sutiãs

Disclaimer: Apesar do título, esse post não tem nada de feminista per se.

Há alguns meses, vinha sentindo que minhas roupas não me vestiam mais de forma que me agradasse. Tinha alguma coisa errada. Podia ser comigo e com os kgs a mais que eu estou tão não-orgulhosamente cultivando. Podiam ser as roupas, já que vez em quando eu me canso delas de sobremaneira e elas simplesmente #nãomerepresentam. Podia ser a TPM. Podia ser mercúrio retrógrado. Não era.

Levei um tempo e, muita insatisfação depois, descobri que o problema estava no sutiã. Não no sujeito como objeto de vestimenta, eram especificamente os meus sutiãs. Há anos já havia aposentado meus sutiãs de alça, achando que esse era o core do problema. Fiquei um tempo bastante satisfeita com a coleção de tomaraquecaia (seja lá qual for o plural dessa palavra), mas enfim eles já não eram mais bem-vindos no meu corpo ou no meu armário ou por debaixo das minhas blusas.

“Que coisa horrorosa” – era o que eu pensava quando me olhava no espelho, com roupa ou só de lingerie. Tentei trazer de volta à vida meus sutiãs de alça e “meu deus do céu ainda não é isso que que tá havendo nesse armário acho que são as roupas não são as roupas esse sutiã não tá certo vou comprar um novo que mais que tem aqui nesse armário?”. Sabe?

No armário tinham dois, leia-se dois, sutiãs diferentes. Diferentes dos outros seis ou sete. Eles eram sem aquele bojo grosso, sem aquele formato que quando você tira o sutiã o peito parece que continua lá, sem push-up, sem potenciais ilusões de um silicone imaginário. Eles eram… normais. Vesti e (insira aqui uma imagem de iluminação divina).

Minhas roupas voltaram ao normal, voltei a me sentir feminina de sutiã, comprei mais alguns do mesmo estilo, passei o conhecimento para minhas irmãs que não só me apoiaram como também baniram os sutiãs-bola – é assim que eu vou chamar – das suas vidas.

Porque assim, e aqui vem o papo feminista que eu prometi que não tinha no post, quem teve a ideia estúpida de padronizar nossos peitos? Nossos peitos, gente. As pessoas realmente acham bonito todo mundo andar com o mesmo formato de peito da rua? Como se a única variação existente fosse pequeno, grande e médio? Imagino que deva existir mais variedade de peito do que de nariz por aí.

É engraçado ver que tem muita mulher que se orgulha dos seios naturais, sem silicone, mas nem percebe que todo dia veste uma armadura que repudia o formato natural dos peitos. Prefiro o silicone. Aliás, prefiro tudo o que me faz (te faz, nos faz) sentir mais bonita – e se isso é o sutiã bola, tudo bem.

Só acho existe um reflexão que toda mulher deveria fazer sempre, antes de qualquer escolha: é isso que eu acho mais bonito ou é o que o mundo me disse ser o mais adequado?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s